Scroll Top

Universidades Brasileiras

ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica), saiba o que é, como entrar e se é dificil ser aprovado

Quais graduações são oferecidas? É muito difícil passar na prova? Confira abaixo..

ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica), conhecido por muitos estudantes de engenharia e famoso por ter o vestibular mais concorrido e difícil de todo Brasil, O instituto fica em São José dos Campos a 85km de São Paulo, possui graduações e pós graduaçõesligadas a engenharia no setor aeroespacial,

Logo do ITA

falaremos mais sobre os cursos adiante no artigo; fundado em  16 de janeiro de 1950  pelo Marechal-do-Ar Casimiro Montenegro Filho  um militar da época e também fundador Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacia (CTA), estas (ITA e CTA) são instituições que foram o embrião da Embraer, Casemiro Montenegro é patrono da área de Engenharia da Força Aérea Brasileira e da Academia Nacional de Engenharia.

 
Qual da ta do ano ocorre o vestibular para entrar no ITA?

As provas ocorrem em dezembro, o candidato faz  inscrição entre agosto e setembro, para o vestibular 2017 as inscrições vão ocorrer este ano (2016) entre 01/08 a 15/09, o conteúdo das provas são português (com redação), inglês, matemática, física e química, sendo português e inglês realizadas no mesmo dia e exatas em dias distintos.

-Classificação:

-O candidato deve obter nota igual ou superior a 40 em cada uma das provas, na escala de 0 a 100, e média final igual ou superior a 50 e não zerar a redação.

-Somente há correção do caderno de solução e redação  dos candidatos com melhor colocação referênte a parte teste da prova.

Graduações

As graduações

ITA_TiagoQueirozAE_600

nas divididas em 5 áreas das quais são:

I – Engenharia Aeronáutica e Mecânica
  • EAM-A – Aerodinâmica, Propulsão e Energia
  • EAM-E – Mecânica dos Sólidos e Estruturas
  • EAM-M – Materiais e Proc. de Fabricação
  • EAM-P – Produção
  • EAM-S – Sist. Aeroespaciais e Mecatrônica
  • EAM-V – Mecânica de Vôo
II – Engenharia Eletrônica e de Computação
  • EEC-D – Dispositivos e Sistemas Eletrônicos
  • EEC-I – Informática
  • EEC-M – Microondas e Optoeletrônica
  • EEC-S – Sistemas e Controle
  • EEC-T – Telecomunicações
III – Ciências e Tecnologias Espaciais
  • CTE-F – Física e Matemática Aplicadas
  • CTE-P – Propulsão Espacial e Hipersônica
  • CTE-Q – Química dos materiais
  • CTE-S – Sensores e Atuadores Espaciais
  • CTE-E – Sistemas Espaciais, Ensaios e Lançamentos
IV – Física
  • FIS-A – Física Atômica e Molecular
  • FIS-C – Dinâmica Não-linear e Sistemas Complexos
  • FIS-N – Física Nuclear
  • FIS-P – Física de Plasmas
V – Engenharia de Infraestrutura Aeronáutica
  • EIA-I – Infra-Estrutura Aeroportuária
  • EIA-T- Transporte Aéreo e Aeroportos

 

Pós Graduações

O ITA oferece Mestrado e Doutorado em 5 Programas de Pós-Graduação, divididos em 22 áreas de concentração; obs. ITA é pioneiro em pós graduação.

  • Engenharia Aeronáutica e Mecânica (PG/EAM):EAM-A – Aerodinâmica, Propulsão e Energia; EAM-E – Mecânica dos Sólidos e Estruturas; EAM-M – Materiais e Processos de Fabricação; EAM-P – Produção; EAM-S – Sistemas Aeroespaciais e Mecatrônica; EAM-V – Mecânica de Voo.
  • Engenharia Eletrônica e de Computação(PG/EEC): EEC-D – Dispositivos e Sistemas Eletrônicos; EEC-I – Informática; EEC-M – Microondas e Optoeletrônica; EEC-S – Sistemas e Controle; EEC-T – Telecomunicações.
  • Física(PG/FIS): FIS-A – Física Atômica e Molecular; FIS-C – Dinâmica Não-Linear e Sistemas Complexos; FIS-N – Física Nuclear; FIS-P – Física de Plasmas.
  • Engenharia de Infraestrutura Aeronáutica (PG/EIA):EIA-I – Infraestrutura Aeroportuária; EIA-T- Transporte Aéreo e Aeroportos.
  • Ciências e Tecnologias Espaciais (PG/CTE):CTE-F – Física e Matemática Aplicadas; CTE-P – Propulsão Espacial e Hipersônica; CTE-Q – Química dos materiais; CTE-S – Sensores e Atuadores Espaciais; CTE-E – Sistemas Espaciais, Ensaios e Lançamentos.

 

Especialização
PE-Safety – Curso de Especialização em Segurança de Aviação e Aeronavegabilidade Continuada

Este curso, tem duração de 1 ano, tem ênfase em duas áreas que são voltadas à prevenção e investigação de acidentes aeronáuticos e é único no Brasil com estas características.

  1. Engenharia Aeronáutica e Segurança de Sistemas Aeronáuticos
  1. Sistemas de Gestão de Segurança de Aviação.
CEAAE – Curso de Especialização em Análise de Ambiente Eletromagnético

Curso com duração de um semestre, aberto a militares e civís, conforme o interesse do Comando da Aeronáutica. Criado em 1998, tem foco em atividades na área de Guerra Eletrônica

Alunos optantes pela carreira militar

No início do primeiro ano do curso profissional (terceiro ano de faculdade), os alunos que no ato da inscrição para o vestibular  optam pela carreira militar são reconvocados já com o posto de Aspirante a Oficial. Esses alunos passam a assistir às aulas fardados e recebem instruções militares quinzenais, além de participarem das formaturas do CPOR nas tardes de segunda-feira e concorrerem à escala militar de serviço (armado) de Auxiliar ao Oficial-de-Dia.

Ao longo do 1º ano do curso, todos os alunos são considerados militares e remunerados de acordo com a Tabela de Soldos dos Militares das Forças Armadas, na condição de Aluno de Órgão de Formação de Oficiais da Reserva

Após a formatura, esses militares são promovidos ao posto de 1º Tenente Engenheiro e então passam a receber  remuneração correspondente ao soldo respectivo acrescido dos adicionais pertinentes previstos na Lei de Remuneração dos Militares (LRM).Esses novos oficiais são ainda incluídos no Quadro de Oficiais Engenheiros da Ativa da Aeronáutica (QOEng)[e ficam obrigatoriamente engajados na FAB por pelo menos 5 anos, de modo que o investimento público em sua formação técnico-militar possa ser compensado pela prestação obrigatória do serviço militar.

Se durante o curso de graduação ou o período de engajamento obrigatório de cinco anos o militar desejar se desvincular da Aeronáutica, por força do contrato do estágio de serviços ser-lhe-á cobrada uma quantia a título de indenização. O montante da indenização é variável, será calculado pelo Comando da Aeronáutica e dependerá do total de gastos já ocorridos com a formação do indivíduo e sua eventual participação efetiva no oficialato.

Carga horária

As aulas são ministradas de segunda a sexta na parte da manhã (normalmente de 8:00 a 12:00) e no período da tarde é frequente a realização de outras atividades acadêmicas como práticas de laboratório. Além disso algumas provas são marcadas pelos próprios alunos para serem realizadas à noite afim de melhor desempenho acadêmico.

Curso fundamental

Todos os alunos de graduação do ITA passam pelo Curso Fundamental antes de ingressarem no curso profissional que pretendem cursar. Esse curso tem duração de 2 anos, e nesse período o aluno ainda pode mudar a área especialidade que irá cursar no curso profissional (sujeita à existência de vagas). O Curso Fundamental é geralmente composto por: 8 cadeiras de matemática, 4 de física, 2 de química, resistência dos materiais, estatística, termodinâmica, programação em C, cálculo numérico,etc () e 4 cadeiras de Humanidades (como filosofia , psicologia e política).

Gostou do artigo? comente abaixo e participe das enquetes!

[poll id=”19″]

[poll id=”20″]

 

 

 

Artigos Recomendados

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.